NOTÍCIAS

Dom Jacinto preside missa de envio da 23ª Caminhada da Fraternidade

Postada por: FELIPE SILVA
Cadastrada em: 05/02/2018 17:16:49

Foi celebrada na noite do último domingo (04) na Catedral Nossa Senhora das Dores a missa de envio da 23ª Caminha da Fraternidade. Na ocasião, a equipe de coordenação do evento apresentou à comunidade católica o tema que será trabalhado esse ano: Diferenças, nó respeitamos!”

Dom Jacinto Brito presidiu a Celebração Eucarística. Na homilia, ele falou sobre a temática escolhida para a Caminhada da Fraternidade desse ano. “No momento em que se fala tanto em respeito às diferenças, percebemos muita intolerância ainda, no ponto de vista étnico, político, artístico, religioso, entre outros. Mas respeitar, irmãos e irmãs, não quer dizer estar plenamente de acordo ou diminuir a nossa convicção. Respeito não significa nivelamento. Quer dizer que devemos tratar com respeito o outro que pensa diferente. Devemos ser o sal da terra que não se impõe, mas se faz presente”, orientou o arcebispo de Teresina.

“Se caminhar é preciso, vamos caminhar ao encontro do outro, do diferente, numa atitude de respeito, como discípulos e discípulas de Jesus”, convidou ele, encerrando a homilia com as palavras de Nelson Mandela: “Ninguém nasce odiando outra pessoa pela cor da pele, por sua origem ou religião. Para odiarem, precisam aprender. E se elas aprendem a odiar, podem ser ensinadas a amar. Vamos para a caminhada da Fraternidade ensinar a amar. Assim seja!”, concluiu o arcebispo.

Ao final da missa, o coordenador geral da Caminhada da Fraternidade e presidente da Ação Social Arquidiocesana, padre Tony Batista, agradeceu a presença de todos que caminham juntos e se doam para a realização do evento que arrecada recursos que são usados na manutenção de casas e serviços de promoção humana mantidos ou apoiados pela Arquidiocese de Teresina.

Ele lembrou que a iniciativa começou não só para conseguir recursos para as pastorais sociais e serviços da Arquidiocese. “Desde o começo foi uma grande luta contra todo e qualquer preconceito. A primeira sede do Lar da Fraternidade foi depredada pelos vizinhos. Foi preciso passar dois anos com segurança na porta. Mas tudo isso passou com a graça de Deus”, relembrou.

Padre Tony reforçou as palavras de Dom Jacinto sobre o tema escolhido para a Caminhada que traz o respeito às diferenças como ponto principal. “Tolerância não é conivência, nem renunciar à nossa identidade, mas procurar viver com o diferente, respeitando o diferente. Queremos dia após dia lutar contra todo e qualquer preconceito”, afirmou.

missaenvio

A 23ª Caminhada da Fraternidade tem data marcada para o dia 10 de junho às 7 horas da manhã ao lado da Igreja São Benedito. O kit contendo camisa, boné e bolsa será vendido pelo mesmo valor dos anos anteriores: R$25,00.

FONTE: SITE DA ARQUIDIOCESE DE TERESINA