NOTÍCIAS

BISPOS DO BRASIL SE REÚNEM NA 55ª ASSEMBLEIA GERAL DA CNBB

Postada por: FELIPE SILVA
Cadastrada em: 27/04/2017 15:11:13

Bispos de toda a Igreja estão reunidos desde o último dia 26 de abril em Aparecida-SP, para participar da 55ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil . Nesta edição, o encontro anual traz como temática central ‘A iniciação à vida cristã’.

A programação teve início com uma celebração. Aos pés da padroeira do Brasil, os bispos rezaram e pediram as bênçãos do Divino Espírito Santo para este momento de unidade e comunhão da nossa Igreja.

O Arcebispo de Teresina, Dom Jacinto Brito é um dos mais de 200 pastores que participam deste momento que visa a formação, animação e o incentivo na busca pela compreensão do processo de iniciação cristã, em suas diferentes dimensões e nas mais variadas realidades da Igreja. Como reafirma o estatuto canônico da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil) na Assembleia são tratados diversos assuntos de ordem espiritual e pastoral. Além dos problemas da sociedade brasileira, sempre na perspectiva da evangelização.

2017-04-26-PHOTO-00000100

Arcebispo de Teresina, Dom Jacinto Brito (camisa verde) na 55ª Assembleia Geral 

 

“No primeiro dia tivemos uma exposição sobre um aspecto da vida do país onde a Igreja precisa estar presente que é o campo da educação. Foi feita por uma comissão e explanada por Dom Justino de Medeiros que é arcebispo coadjutor de Montes Claros. Na ocasião ele expôs uma visão da educação e o papel da Igreja neste contexto, além dos desafios na questão da formação religiosa e da liberdade dos pais darem orientações aos filhos sem intervenção do estado de forma autoritária”, explica Dom Jacinto.

Integrou também a programação do primeiro dia de Assembleia uma explanação de Dom Joel Portela Amado, bispo auxiliar do Rio de Janeiro. Ele abordou a conjuntura eclesial nos 10 anos da Conferência de Aparecida . “Foi um momento importante da nossa Igreja e que teve a presença no Brasil, do Papa Bento XVI. Foram os dez anos passados e em pauta as discussões dos passos que foram dados, o que ainda não se conseguiu realizar, além das influências de Aparecida nas diretrizes pastorais do Brasil. Em pauta também a repercussão nas outras conferências episcopais que foi bastante aplaudida, de modo que tivemos assim uma visão do que foi esse grande momento realizado há 10 anos”, evidencia.

Dom Sérgio da Rocha fez um encaminhamento e explanou a respeito das atividades realizadas após a última assembleia , como o contato com autoridades civis. “Tivemos assim uma síntese de todas as inciativas principais da CNBB”, reforça o Dom Jacinto.

Um momento importante, ainda de acordo com nosso Arcebispo, foi a avaliação do projeto ‘Comunhão e partilha’ que tem à frente Dom Alfredo Schäffler, bispo emérito de Parnaíba. “Foi ele que levantou esse grande projeto que consiste na colaboração de cada diocese do Brasil, rico ou pobre, que deve doar um por cento das suas rendas para colocar numa caixa comum e essa ser administrada por uma comissão da CNBB e repassada para dioceses carentes a fim de formar seus seminaristas. Essa ideia começou com 44 e já nesses três anos de prática do projeto já são mais cem. Portanto, está sendo uma benção e grande ajuda além de ser um sinal de comunhão da Igreja no Brasil e tem chegado ao exterior como um sinal profético de que outras conferências possam vir a fazer o mesmo”, diz satisfeito.

A Assembleia segue até o dia 05 de maio e dois momentos importantes devem marcar essa edição. Dia 02 de maio uma celebração ecumênica em comemoração aos 500 anos da Reforma Protestante e no dia 04 de maio a sessão Mariana em comemoração aos 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida e os 100 anos das aparições de Nossa Senhora de Fátima em Portugal.

 

Por Vera Alice Brandão / Arquidiocese de Teresina