NOTÍCIAS

FORANIA CENTRO REALIZA PROCISSÃO DE BOM JESUS DOS PASSOS

Postada por: FELIPE SILVA
Cadastrada em: 06/04/2017 14:57:27

Nosso Senhor dos Passos é um título de Jesus Cristo, uma invocação ao Filho de Deus, relembrando os momentos de Sua paixão e o trajeto percorrido por Ela na “via dolorosa” até chegar ao calvário. A Igreja convida todos os fiéis a vivenciarem a Procissão dos Passos que será realizada nas ruas do centro da cidade, nesta sexta (7 de abril), a partir das 18h,  com dois pontos de saída e destino final na Catedral de Nossa Senhora das Dores.

De acordo com Frei Edmilson Freire, “a palavra ‘Senhor’ quer dizer dono, aquele que tem o domínio e o poder sobre tal coisa. Já a palavra ‘Passos’, vem do latim e quer dizer Paixão, no passivo, no sentido de sofrimento. Portanto esta invocação quer dizer: Senhor, dono, dominador do sofrimento. Ele se entregou livremente ao sofrimento por nossa causa e o convite visa gerar na comunidade, através da sua devoção, o desejo de percorrer o mesmo caminho que fez Jesus”, reforça.

Esta devoção está presente na Igreja desde a Idade Média. Começou quando os  cruzados visitaram os lugares santos da cidade de Jerusalém onde Jesus passou a caminho do monte Calvário. Quando voltaram à Europa, eles quiseram reviver a experiência espiritual da Via Crucis, sob a forma de Via Sacra, procissões, meditações, construindo capelas especiais dentro das igrejas. “A devoção cresceu e, no século XVI foram fixadas as 14 estações da Via Sacra, fazendo memória aos momentos mais marcantes do caminho para o Calvário percorrido por Jesus”, acrescenta o Frei.

Aqueles que vão participar do momento devem ficar atentos porque a imagem de Bom Jesus dos Passos sairá da Igreja Matriz, Nossa Senhora do Amparo. Já a imagem de Nossa Senhora da Soledade (Nossa Senhora das Dores) sairá do Convento São Benedito. Nas ruas Simplício Mendes e Teodoro Pacheco elas se encontram, na 4° estação. E esse é um dos momentos de maior emoção, ato que simboliza a dor do encontro da mãe com o filho que carrega a cruz.

“Vale lembrar que esta invocação se tornou muito popular. A procissão é marcada pelo tom roxo e pode ser vista por onde se passa, pois além das flores, lenços roxos enfeitam as janelas, fachadas, Igrejas, praças e prédios  públicos. O roxo é a cor do amor, da piedade e simboliza o perdão de Jesus Cristo para com os pecados dos fiéis. Quando a população se veste de roxo, quando enfeita suas casas, é a sua forma de pedir perdão pelas fraquezas, pelos pecados cometidos”, explica o sacerdote.

Após o encontro da mãe e do filho encerra-se a Via Sacra e é, portanto, “a oportunidade para os fieis colherem os frutos da redenção realizada por Cristo que fez um caminho de sofrimento e abraçou como uma missão, com fidelidade ao Pai. A nós todos fica o convite para que façamos o mesmo”, finaliza o Frei.

Por Vera Alice Brandão / arquidiocesedeteresina.org.br